Ex-presidente Lula é quem tem mais potencial de mudar voto em prol de candidato na Bahia, aponta pesquisa da Quaest

Foto: Reprodução/Instagram

O ex-prefeito de Salvador ACM Neto tem 66% das intenções de voto para o governo baiano e venceria a disputa no primeiro turno. ACM aparece com 61 pontos percentuais de diferença para o segundo colocado, o ministro da Cidadania, João Roma, que tem 5%. Os dados constam de uma pesquisa da Quaest, encomendada pela Genial Investimentos e publicada nesta quarta-feira (23/3).

No cenário estimulado, ACM Neto, do União Brasil, tem 66%; Roma, do Republicanos, 5%; Jerônimo Rodrigues, do PT, 4%; Kleber Rosa, do PSol, 2%; branco, nulo ou não pretende votar, 14%; indecisos somam 9%. Como a margem de erro é de 2,9 pontos percentuais, Roma, Rodrigues e Kleber Rosa estão empatados tecnicamente.

Em um segundo cenário, desta vez sem João Roma, ACM Neto aparece com 69%; Jerônimo Rodrigues, 6%; Kleber Rosa, 3%; branco, nulo ou não pretende votar, 15%; indecisos somam 7%. Os entrevistados apontaram o ex-presidente Lula como o aliado com mais potencial de mudar voto em prol de um candidato. O petista mudaria o voto para 48%, caso apoiasse algum candidato, e não mudaria para outros 48%. Não sabem ou não responderam somam 4%.

Em seguida vêm o petista Rui Costa, atual governador da Bahia; o também petista senador Jaques Wagner, ex-governador do estado; Jair Bolsonaro; e Paulo Souto, do União Brasil e ex-governador baiano. Rui Costa mudaria o voto para 39%. Jaques Wagner, para 33%. Bolsonaro, para 29%. Souto, por seu turno, alteraria o voto para 24% dos entrevistados.

A pesquisa fez 1.140 entrevistas de 16 a 19 de março. A margem de erro é de 2,9 pontos percentuais. O nível de confiança é de 95%.

Fonte: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.