Foto: Divulgação

Pela primeira vez, desde o início da implantação da REDESIM em 2011, a Bahia, que até o mês abril era o único estado na cor amarela, passou a figurar na faixa verde, com tempo médio de abertura de empresas de 2 dias e 15 horas, o menor tempo já registrado pelo nosso Estado desde o início. 

Conforme a Junta Comercial da Bahia (Juceb) esta marca demonstra que a Bahia está cada vez mais atrativo para novos investimentos. O órgão cita também que só foi possível alcançar esse patamar em razão dos esforços da junta para desburocratizar e agilizar a legalização de negócios através da Redesim, projeto que busca integrar em uma plataforma digital única todos os sistemas utilizados pelos diversos órgãos responsáveis pela emissão de inscrições, alvarás e licenças necessários para o funcionamento regular das empresas. 

Dados da Juceb apontam que apenas no exercício de 2021, mais de 37.827 empresas foram registradas na Bahia, todas elas através dos sistemas da Juceb. Em 2022, este número já atinge, aproximadamente 16.175 empresas abertas, um aumento de 7,2% em relação ao mesmo período do ano passado. 

Facilidade 

Buscando facilitar ainda mais a vida dos empresários, outras inovações têm sido disponibilizadas para aqueles que decidem empreender em nosso Estado, a exemplo do Balcão Único, sistema criado para permitir a formalização de negócios em menos de 2 horas, através do preenchimento de um formulário eletrônico, que reduz o número de procedimentos percorridos pelo empresário. A Bahia foi o primeiro Estado a disponibilizar o Balcão Único para todos os seus 417 municípios. 

Outras ferramentas tecnológicas já estão disponíveis para os cidadãos baianos, como o Processo Automático de Constituição de Empresas, que dispensa qualquer análise humana no registro do contrato social, e um aplicativo para smartphones de consulta e acompanhamento de processos. 

Fonte: Muita Informação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.