Foto: Divulgação

A Câmara aprovou por 418 votos a sete, a Medida Provisória (MP) que estabeleceu R$ 400 como valor mínimo para o programa Auxílio Brasil. Para garantir acordo, o ex-ministro João Roma (PL-BA), relator da matéria, incluiu de última hora uma alteração para que o benefício tenha caráter permanente. Agora, o texto segue para o Senado. Inicialmente, a proposta do governo sugeria que o programa durasse apenas até 31 de dezembro deste ano. Depois, o valor era uma incógnita, o que provocou críticas. Representando a oposição, o deputado Afonso Florence (PT-BA) disse que considera o resultado uma vitória do grupo pelo caráter permanente da medida. No entanto, acrescentou que considerava R$ 600 um valor mais adequado.

Fonte: Metro1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.