Imagem: Reprodução – Rede Social

Um homem apontado como autor da morte do estudante Max Santos de Oliveira, de 18 anos, ocorrida na sexta-feira (11), no Colégio Estadual Aliomar Baleeiro, em Pernambués, teve o mandado de prisão temporária cumprido nesta segunda-feira (14). O suspeito, de 19 anos, era primo da vítima.

Ele foi localizado no bairro de São Gonçalo, por equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). “Tão logo tomamos conhecimento do crime, empreendemos diversas diligências para identificar o autor”, ressaltou o coordenador da 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), delegado José Mário da Silva Mota, responsável pelas investigações.

De acordo com o delegado, o homem já estudou naquela escola, usou da condição de ex-aluno e vestiu o uniforme para ter acesso ao colégio. “Ele aguardou a saída da vítima até o estacionamento, onde efetuou os disparos e fugiu em seguida”, acrescentou José Mário.

A motivação está relacionada com a disputa pelo tráfico de drogas em Pernambués. Com o cumprimento da ordem judicial, o suspeito vai passar por exames de lesão corporal e ficará à disposição do Poder Judiciário. “Seguimos com as diligências para localizar a arma usada no crime”, informou o coordenador da 2ª DH/Central.

Fonte: Metro1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.