Foto: Marcelo Camargo / Agência Brasil

A verba de cerca de R$ 434 milhões destinados a continuação de obras em escolas e creches de mais de 1.300 municípios brasileiros está parada, aguardando liberação do Ministério da Educação (MEC). Enquanto isso, outras cidades, em que a gestão municipal é aliada ao presidente Jair Bolsonaro, os recursos em educação são liberados com facilidade. As informações e dados foram colhidos pelo jornal Folha de S. Paulo.

Segundo o levantamento, feito através da Lei de Acesso à Informação, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) já pagou R$ 110 milhões a prefeituras. Desse total, quase um terço foi para 7 municípios de Alagoas e 2 de Pernambuco com contratos de kits de robótica com uma mesma empresa de um aliado do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL). 

O jornal mostrou que essas sete cidades alagoanas receberam, apenas neste ano, R$ 26 milhões destinado à área de robótica. No entanto, escolas nessas cidades sofrem uma série de deficiências de infraestrutura básica, como falta de salas de aula, internet e até água encanada.

Em outros municípios, porém, o recurso não chega. Do total de processos vinculados a recursos atrasados pelo FNDE, há casos em que as gestões municipais concluíram as obras por conta própria – 43% do total. Outros 45% constam como obras em execução e 12% como paralisadas.

Fonte: Metro1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.