Foto: Reprodução/Agência Brasil

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres afirmou que está profundamente preocupado com o risco de uma generalização da fome no mundo, uma vez que a guerra na Ucrânia ameaça a segurança alimentar em diferentes partes do planeta.

Falando ao lado do chanceler e do ministro das Relações Exteriores da Áustria, em Viena, o secretário-geral também disse que as conversações estão em andamento para a retirada de mais civis das zonas de conflito na Ucrânia, e expressou confiança de que mais saídas irão acontecer no futuro.

No entanto, Guterres minimizou a perspectiva de que conversações de paz sobre a Ucrânia aconteçam em breve. Com a guerra na Ucrânia houve o aumento dos preços globais de grãos, óleos de cozinha, combustíveis e fertilizantes, e agências da ONU alertaram que as altas de preços agravarão a crise alimentar na África.

A invasão russa da Ucrânia, iniciada em fevereiro, também tem atrapalhado a navegação no Mar Negro, uma rota importante para grãos e outras commodities, estrangulando as exportações da Ucrânia e da Rússia.

“Devo dizer que estou profundamente preocupado, ou seja, com os riscos de que a fome se generalize em diferentes partes do mundo devido à dramática situação de segurança alimentar que estamos enfrentando por causa da guerra na Ucrânia”, disse o secretário-geral da ONU.

Anteriormente, Guterres já havia dito que chegará o momento em que irão haver negociações de paz sobre a Ucrânia, mas ele não acredita que esse momento será em um futuro próximo.

“Esta guerra não vai durar para sempre. Haverá um momento em que as negociações de paz acontecerão”, disse Guterres numa conferência de imprensa com o presidente austríaco, Alexander Van der Bellen. “Não vejo isso no futuro imediato. Mas posso dizer uma coisa: nunca desistiremos”, acrescentou.

Fonte: Agência Brasil/Muita Informação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.