Foto: Reprodução/Vaticano

Com a seriedade estampada no rosto, bem diferente do semblante sempre sorridente, o papa Francisco marcou a conferência geral desta quarta-feira (6/4) com um gesto muito forte: ele estendeu uma bandeira da Ucrânia, vinda diretamente de Bucha. O governo local acusa a Rússia de promover execuções na cidade, que fica a menos de 30 km da capital Kiev.

Na sala Paulo VI, Francisco condenou o que chamou de “massacre”. “As recentes notícias sobre a guerra na Ucrânia, em vez de trazer alívio e esperança, atestam novas atrocidades, como o massacre de Bucha”, afirmou. “Acabem com esta guerra! Silenciem as armas! Parem de semear a morte e a destruição”, implorou o líder católico.

Fonte: Metrópoles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.