Fonte: Paula Fróes / Governo da Bahia

Pela sexta vez, a avaliação do ensino médio da Bahia frustrou expectativas e ficou abaixo da meta estabelecida pelo Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). O parâmetro determina uma média para avaliar o ensino, que varia de zero a dez, e apresenta metas para os estados e municípios brasileiros, conforme a realidade de cada um. Na Bahia, a nota alcançada pelo Ideb, publicado a cada dois anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), foi de 3,2 quando a meta estabelecida era de 4,5.

A Bahia não atinge a meta desde 2011, quando alcançou uma média de 3 no Ideb. Desde lá, o número vem tendo resultados negativos, até chegar em 2019 com 3,2. Um novo resultado deve ser divulgado neste ano.

Além da Bahia, os estados que também estão em última colocação são Amapá, Pará e o Rio Grande do Norte. Antes disso, em 2017, o ensino médio da Bahia era o pior do Brasil isoladamente, com uma média de 2,7. Nos anos finais do Ensino Fundamental, a Bahia ocupa o penúltimo lugar no ranking, ao lado de Sergipe, Rio Grande do Norte e Pará, tendo uma nota de 4,1.

A avaliação está abaixo do planejamento estadual, de 4,5. A pior média foi do Amapá, de 4,0, e somente sete estados conseguiram alcançar o objetivo.

Fonte: Varela Notícias/Campo Formoso Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.