Foto: Divulgação/ Redes Sociais

Investigadores do Sistema de Inteligência da Polícia Civil da cidade de Araci e Teofilândia localizaram, no dia 17 de fevereiro, a mãe da bebê recém-nascida que foi abandonada atrás da porta do banheiro do Mercado de Artes de Serrinha.

A genitora da criança foi encontrada no Povoado de Malhada Grande, em Teofilândia, no mesmo dia em que deixou a criança no banheiro do entreposto comercial. A diligência foi coordenada pelos delegados Hidelbrando Alves da Silva, titular de Araci, e Daniel Tuhy, titular de Teofilândia, após denúncia feita pelo Conselho Tutelar de Serrinha, que acompanha o caso.

O bebê foi encontrado por uma funcionária da empresa que administra o banheiro do mercado. A criança estava bem vestida e enrolada em um tecido conhecido como cueiro. Também no braço da menina havia uma pulseira do hospital indicando o nascimento no dia 16 de fevereiro.

Por não haver na pulseirinha a informação sobre a unidade de saúde, a polícia consultou a base de dados da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP) e identificou a naturalidade da mãe, que não teve a identidade revelada.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, ao chegarem à residência da genitora da criança, a mãe dela relatou que não sabia da gestação da filha, e que sabia apenas que ela teria ido fazer uma cirurgia de “queimação de útero”, ficando surpresa ao saber que sua filha deu à luz a uma criança e abandonou no mercado.

A polícia informou também que por estar debilitada física e emocionalmente, a genitora da recém-nascida não foi conduzida à delegacia, mas a mãe e a irmã dela foram intimadas a comparecer na Delegacia Terriotorial de Teofilândia, onde foram ouvidas no dia seguinte pelo delegado Tiago Almeida de Andrade, plantonista de Serrinha.

Fonte: Acordacidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.