Foto: Divulgação

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (UNIÃO), confirmou, na manhã desta sexta-feira (3), o aumento da passagem de ônibus de R$ 4,40 para R$ 4,90. O novo valor começa a valer já a partir deste sábado (4).

Bruno Reis fez questão de ressaltar que o problema do transporte público não é só da capital baiana. O prefeito citou cidades e capitais brasileiras, como São Paulo e Rio de Janeiro, que também sofrem com a dificuldade de arcar com os custos dos ônibus. Segundo ele, a pandemia da Covid-19 contribuiu para agravar a situação, com a redução de passageiros.

“Não há outra alternativa. Não há outro caminho. A partir de amanhã, a tarifa do ônibus vai para R$ 4,90”, disse o prefeito.

Crítica

O prefeito criticou a divisão “injusta” na tarifa do transporte público. Segundo ele, 61% do total da passagem ficam com a empresa responsável pelo metrô de Salvador, já 39% ficam com as detentoras dos ônibus.

“Isso contribui muito para o desequilíbrio do sistema”, disse, ao ressaltar que a chegada do Uber e a regulamentação do mototáxi contribuíram para reduzir o número de passageiros nos ônibus.

Segundo ele, o aumento do diesel também prejudica o sistema. “O estado da Bahia tem o combustível mais caro do Brasil”, reclamou. O prefeito tem criticado o governo estadual por não reduzir o ICMS do diesel para as empresas de ônibus. 

Fonte: Metro1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.