Foto: Divulgação/APLB

Os professores da rede municipal de ensino de Salvador vão entrar em greve geral a partir desta quinta-feira (19), em reivindicação pelo reajuste de 33,24% no piso salarial. Em Assembleia Geral na segunda-feira (16), os educadores recusaram a proposta da prefeitura para reajuste salarial de 6% e duas referências para julho e setembro.

A greve do grupo começa na quinta com nova Assembleia Geral, às 9h, em frente à Prefeitura de Salvador, conforme prevê a lei. Neste dia, será definida a agenda da greve. 

A vice-coordenadora da APLB, Marilene Betros, afirmou que a categoria não teve outro caminho diante da postura do executivo municipal.  “Foi uma grande assembleia e a categoria decide manter a proposta dos 33,24%. E não tendo outro caminho, a categoria decidiu pela greve. Porém, continuamos abertos para negociação, discussão, ao debate, para chegarmos a um denominador e a uma proposta que seja exequível, uma proposta razoável”, diz.

Nesta terça-feira (17), os trabalhadores da educação vão conversar com os alunos sobre as razões que fizeram a categoria entrar em greve, e vão chamar os responsáveis para uma reunião na quarta. 

Fonte: Metro1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.