Foto: Reprodução/Paulo José

A partir desta sexta-feira (10), a tarifa do transporte intermunicipal no estado da Bahia, terá um aumento de 11,85%. O reajuste foi publicado pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba), no Diário Oficial do estado na última quarta-feira (8). Além do aumento na taxa da tarifa, haverá horários extras devido aos festejos juninos, que intensificará o movimento nos terminais rodoviários após dois anos sem a realização das festas por conta da pandemia de covid-19.

Movimento

Em entrevista ao Acorda Cidade, o coordenador da Agerba de Feira de Santana, Paulo Andrade, informou que o movimento ainda é considerado baixo comparado ao ano de 2019, mas destacou as expectativas para este ano.

“A expectativa é que o movimento se intensifique, nós temos dois anos sem festa de São João, nos dois últimos anos inclusive, não tivemos nem transporte, porque o transporte foi suspenso neste período e ao longo deste ano, o movimento de passageiros no Terminal Rodoviário do sistema de uma forma geral, ainda está abaixo da movimentação que nós tínhamos em 2019. Estamos em mais ou menos 70%, então a demanda por transporte intermunicipal ainda não chegou aos números de 2019, nós estamos nessa expectativa de que alcancemos algo próximo do que foi o ano de 2019 neste São João deste ano”, explicou.

Mesmo que o movimento ainda esteja baixo, Paulo Andrade informou que as empresas irão apostar nos horários extras, para atender toda a demanda.

“Ao longo desses dois últimos anos de pandemia, as empresas reduziram consideravelmente o número de horários das linhas. Agora que nós estamos alcançando 70% da movimentação de 2019, e para atender esta demanda a mais que vamos ter no São João, vamos ter vários horários extras principalmente partindo de Salvador para o interior do estado, muitos desses vão atender a população daqui de Feira de Santana e partindo daqui de Feira de Santana também”, disse.

Entre as cidades mais procuradas pelos passageiros, estão Senhor do Bonfim, Amargosa, Jequié e Cruz das Almas.

“As cidades que têm uma maior procura, são as cidades que possuem um São João mais forte, então até 2019, tínhamos cidades como Senhor do Bonfim, Amargosa, Jequié, Cruz das Almas, então são cidades que foram muito demandadas porque tem o São João que já é tradicional. Neste ano, nós temos visto uma movimentação grande diversos municípios fazendo o São João, talvez para compensar nesses dois últimos anos que não tivemos. E aí imaginamos que vai ficar bem distribuído no estado todo essa movimentação de passageiros, mas a gente não pode destacar que estas cidades que já tem o São João tradicional também tem uma demanda maior”, enfatizou.

Como recomendação, o coordenador orientou que os passageiros possam comprar as passagens com uma certa antecedência para não correr o risco de ficar sem viajar.

“Neste ano, o São João será de quinta para sexta, então acreditamos que este movimento comece a intensificar a partir de segunda, e uma recomendação que a gente faz para todos os passageiros, é que se for possível, comprem com antecedência, para não correrem o risco, deixar para última hora e não ter mais passagem”, concluiu.

Fonte: Acorda Cidade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.