Foto: Divulgação

Um técnico de enfermagem foi preso por vender atestados médicos falsos na cidade de Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia. Um homem que comprou o documento também foi detido.

O caso foi descoberto depois que os empregadores do homem que comprou o atestado desconfiaram do documento. Os responsáveis pela fábrica onde o homem trabalhava entraram em contato com o médico que teria feito o atestado.

O médico negou ter assinado o documento e ligou para a polícia, para denunciar que estavam falsificando a assinatura dele. Ao investigar a situação, a polícia chegou ao funcionário da fábrica, que confessou ter comprado o atestado com um técnico de enfermagem.

O profissional da saúde trabalha nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) de dois grandes hospitais de Vitória da Conquista. Durante a abordagem, a polícia encontrou com ele diversas folhas de atestado médico, algumas já carimbadas e assinadas.

Além das folhas, foi encontrado, ainda, uma grande quantidade de medicamentos controlados, usados apenas em pacientes de UTI. O técnico de enfermagem informou que não pegou os medicamentos para vender, mas sim para uso da mãe dele.

Os dois foram levados para o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep), onde prestaram depoimento. A Delegacia de Furtos e Roubos da cidade abriu um inquérito, para investigar o caso. Outras pessoas serão ouvidas, como os representantes dos hospitais.

Fonte: Metro1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.